Caras & Bocas

Archive for the ‘Variedades’ Category

pinturas macaco xico

Como em toda novela, pinturas e esculturas fazem parte dos cenários de “Caras & bocas”. No entanto, como em nenhuma outra novela antes dela, a trama de Walcyr Carrasco conta com obras em profusão e duas equipes para produzi-las. Nos bastidores do folhetim das 19h, que trata do mundo das artes plásticas, o trabalho é dobrado, com direito a reforço de artistas convidados.

A equipe da produção de arte da novela se esforça para encher de obras não só a galeria de Dafne (Flávia Alessandra) – um dos pilares da trama – como a casa da galerista; de sua sócia, Simone (Ingrid Guimarães); do colecionador André (Ricardo Duque) e do pintor Denis (Marcos Pasquim), que abriga também as pinturas do macaco Xico. Tudo tratado com o maior realismo possível.

– Para montar os espaços, visitamos galerias no Rio e em São Paulo em busca de inspiração – conta a produtora de arte da novela, Isabela Sá.

Foram tantas obras que, para dar conta da demanda, não bastou a fábrica de cenários que habitualmente cria as pinturas e esculturas para as atrações da Globo. Antes de a novela começar, foi montada uma oficina à parte e convocados cinco estudantes de artes plásticas para produzir peças durante dois meses, com sobras de materiais do acervo da emissora. As obras feitas ali são utilizadas num rodízio permanente.

– Embora a oficina já tenha sido desmontada, o que criamos continua a ser usado em “Caras & bocas”. A gente está sempre trocando as obras em exposição na galeria, assim como acontece na vida real – diz Isabela.

Responsáveis por grandes agitos na trama, as exposições da galeria são uma oportunidade para a produção de arte brincar com temas. O espaço já abrigou uma mostra monotemática e uma com obras de chocolate (!), entre outras. Para a segunda, foram produzidas esculturas feitas com chocolate branco, preto e amargo inspiradas no movimento cubista. A confecção das peças levou 40 dias.

Além das exposições temporárias, a decoração da galeria também chama a atenção pela riqueza de detalhes. No espaço, há pinturas e esculturas feitas de materiais como resina, fibra e isopor imitando materiais mais nobres. A principal peça, no entanto, é uma obra de arte legítima: uma esfera de 1,80 metro de diâmetro com uma armação de ferro e 900 peças de vidro, cedida pela artista plástica Debora Muszkat.

– Para uma artista como eu, preocupada com o alcance popular da arte, é uma honra ter uma obra minha numa novela. É como uma galeria para todo o público, mesmo aquele que não frequenta o circuito – diz a artista, que também é autora de uma cadeira feita dos mesmos materiais que integra o cenário da casa de Simone.

“Caras & bocas” conta ainda com outras obras especialmente encomendadas, como uma pintura que retrata Dafne na juventude, da qual Gabriel (Malvino Salvador) nunca se desgruda. O retrato foi criado pelo pintor Roberto Camasmie, que costuma usar fotografias como base para suas telas. Como a ideia era mostrar a personagem jovem, ele sobrepôs a imagem da atriz Flávia Alessandra à de Thalita Ribeiro, que viveu Dafne na primeira fase. Há ainda uma escultura em madeira de Simone, criada por Maritônio, que fica na casa da galerista.

As pinturas do macaco Xico, um dos personagens mais comentados da novela, mereceram atenção especial. Para que o animal pudesse ser visto pintando em cena, a produção elaborou tintas à base de maisena, que não são tóxicas. Os quadros que o espectador vê em casa, no entanto, são produtos da fábrica de cenários da emissora, já que as tintas manipuladas por Xico não tem fixação.

Anúncios

Flávia Alessandra Caras e Bocas

Flávia Alessandra é a capa da revista “Marie Claire” de julho. A Dafne de “Caras e bocas” contou à publicação que sofreu bastante com o fim de seu casamento com o diretor Marcos Paulo. Foi uma época em que também fiquei sem trabalho. As pessoas tinham preconceito porque eu era casada com um diretor. Quando me separei, continuaram me crucificando”, confessa.

Atualmente casada com o ator e apresentador Otaviano Costa, Flávia se revela romântica e até um pouco conservadora. “Outro dia estava vendo novela e uma cena ficou na minha cabeça. Era uma mulher que dizia que conheceu um cara no café e ia sair com ele à noite. E hoje é assim, né? Acho uma rapidez estranha. É muderno”, brinca a bela que mora numa casa, na Barra da Tijuca, com o marido, a filha Giulia, fruto de sua relação com Marcos Paulo, e dois buldogues franceses.

Flávia, aliás, faz questão de aproveitar qualquer momento de folga para ficar com a menina, de 9 anos. Depois de tomar café da manhã na companhia de Giulia, as duas seguem a caminho do colégio onde ela estuda. “Me esforço para trazer a Jujuba para a escola sempre. É o único momento do dia em que posso ficar com ela. Quando chego em casa à noite, ela já está dormindo”, conta ela que, mesmo após um dia cheio, mantém um sorriso no rosto. “Não tenho motivos para estar mal-humorada….Tento levar a vida assim”.

Participe da nossa comunidade no Orkut, clique aqui!

caras__bocas_

O humor invadiu as novelas. Não que ele já não existisse nos folhetins, mas agora ele é defendido por humoristas que saem de programas, do teatro e da stand-up comedy. Basta assistir às novelas para comprovar a invasão. Marcius Melhem, saído do Zorra Total, vive o hilário Radesh em Caminho das Índias, Priscila Marinho, a Sheila da mesma novela, também tem muitos trabalhos cômicos. Ingrid Guimarães, mesmo grávida, está arrasando com sua Simone de Caras & Bocas. E, agora, Maria Clara Gueiros, também cria do Zorra, entrou na trama das sete como Lili. E ela vibra com essa movimentação de atores:

– Acho uma escolha inteligente levar o ator que faz comédia para a dramaturgia porque mostra que sabemos ser realistas com humor. Não precisa fazer piada a cada fala.

Ingrid Guimarães, que está grávida de sete meses e deve sair de Caras & Bocas em agosto, acredita, acima de tudo, que a entrada de atores ligado à comédia nos folhetins é uma boa estratégia.

– O humor é um gênero muito popular. Normalmente, os atores que fazem programas têm um público que os acompanha. Carregamos esse telespectador para as novelas. O público do Sob Nova Direção (humorístico da Globo) e do Cócegas (peça teatral), por exemplo, é enorme – afirma Ingrid.

A onda parece que veio para ficar. Curiosamente, Heloísa Périssé, parceira de Ingrid no gênero humorístico, foi escalada para Pelo Avesso, substituta de Paraíso.

– Estou muito feliz. Atuar em novela era um sonho – confessa Heloísa.

Se os atores estão felizes, os autores estão mais que satisfeitos com suas escolhas. Em suas novelas, Walcyr Carrasco sempre usou e abusou do humor, mas nunca havia trabalhado com atores que se destacaram em humorísticos. Aliás, o autor nem gosta de lembrar de Ingrid e Maria Clara assim.

– Elas são boas atrizes, que fizeram, entre outros trabalhos, programas de humor. Mas também fazem teatro e muitas outras coisas. O bom ator tem espaço em qualquer tipo de programa. Isso é o que mais importa – diz Walcyr.

Levar atores da comédia para novelas pode ter virado algo recorrente hoje em dia, mas não é uma novidade, diz Mauro Alencar, doutorando em telenovela pela Universidade de São Paulo (USP):

– Dercy Gonçalves é a primeira da lista. Com seu talento, ela contribuiu para a história da telenovela brasileira em três momentos, em Cavalo Amarelo, Que Rei Sou Eu? e Deus nos Acuda.

Para ele, a chegada dos comediantes é muito bem-vinda porque destaca artistas com talento e tem de ser encarada como natural na indústria de entretenimento.

Participe da nossa comunidade no Orkut, clique aqui!

Personagens de Juliana Alves e Flávia Alessandra desistiram de casamento

Beatriz Bourroul

 Divulgação / TV Globo

Juliana Alves chamou atenção com sua personagem Suellen, em “Caminho das Índias”, que desistiu do casamento com Dr. Castanho (Stênio Garcia) no capítulo de terça-feira (30).

Em novelas, várias personagens já abandonaram o altar quando estavam prestes a dizer “sim”. QUEM relembrou algumas delas:

 Divulgação / TV Globo
Em “Caras e Bocas”, Dafne, a personagem de Flávia Alessandra já teve mais de uma tentativa de casamento mal-sucedidas. Antes de se casar com Gabriel (Malvino Salvador), ela já tinha tentado subir ao altar três vezes, a fim de garantir sua herença.
 Divulgação / TV Globo
Deborah Secco também teve que gravar cenas em que desiste do casamento. Sua personagem Sol, na novela “América”, não quis casar com Tião, ainda na primeira metade da trama, porque queria ir atrás do sonho de trabalhar e ganhar dinheiro nos Estados Unidos.
 Divulgação / TV Globo
Na novela “Uga Uga”, Mariana Ximenes interpretou a espevitada Bionda. Logo no primeiro capítulo da trama, a personagem fugiu do casamento dirigindo um jet ski. No decorrer da história, ela acaba se apaixonando pelo noivo que abandonou no altar, o atrapalhado detetive Salomão (Ângelo Paes Leme).

Reprodução/ TV Globo