Caras & Bocas

Ingrid Guimarães se divide entre trabalhos e volta a novela

Posted on: junho 17, 2009

1236342-2539-atm17Ingrid Guimarães garante que está na fase mais fecunda de sua carreira. Distante das novelas há 11 anos, desde que viveu a divertida empregada Teresa em Por Amor, a atriz tem conciliado seu primeiro papel de destaque num folhetim, a atrapalhada Simone, de Caras & Bocas, com sua estreia como protagonista de um longa e a terceira temporada do seu programa Mulheres Possíveis, no GNT.

No entanto, quando assumiu essa sucessão de compromissos profissionais, no início do ano, nem imaginaria que ficaria grávida logo em seguida. Mesmo com a confirmação da gravidez, Ingrid não abriu mão da agenda de compromissos, muito menos da divertida Simone da trama de Walcyr Carrasco. “Sou a grávida mais animada que já vi. Mas topei a empreitada porque o Walcyr escreveu essa personagem para mim. Sabia que teria de valer muito a pena porque abriria mão de todos os meus trabalhos autorais por um tempo”, anima-se.

No início da composição para interpretar Simone, a bem-sucedida dona de uma galeria de arte, Ingrid chegou a ficar insegura e logo recorreu ao marido, o artista plástico René Machado. Visitou algumas galerias em São Paulo, pesquisou referências e logo se preocupou com o lado mais cômico de Simone, que são seus relacionamentos iniciados pela internet. Na trama, a personagem se apaixona pelo pilantra Edgar, de Júlio Rocha, mas engravida de Denis, de Marcos Pasquim, com quem ela teve um caso.

Ensandecida por acreditar que encontrou o homem perfeito com Edgar, que se apresenta como um gentleman executivo da bolsa de valores, a personagem de Ingrid chega a dar a chave de seu cofre, cartão de crédito e uma série de benefícios, para o deleite do mau-caráter.

“Fiquei apavorada quando soube a enorme quantidade de mulheres viajadas, informadas e articuladas que caem nesse golpe na internet. São mulheres maduras profissionalmente, mas imaturas e carentes no amor”, opina a goianiense.

Diferentemente da personagem, a atriz que está prestes a completar 37 anos de idade, teve de aprender a ser esperta desde cedo. Chegou ao Rio com pouco menos de 20 anos, certa de que seria bem-sucedida como atriz. “Me sentia diminuída porque em Goiânia não tínhamos tantas ofertas culturais como no Rio. Era tímida, mas tinha fé”, lembra.

Determinada, foi fazer aulas de Teatro e logo estreou como atriz com a peça Confissões de Adolescente, de Maria Mariana. Decidida a não depender de convites para trabalhar como atriz, Ingrid passou a investir em sua carreira como autora. Deu certo. Sua peça Cócegas, com Heloísa Périssé, chegou a ficar oito anos em cartaz com muito sucesso, assim como o seriado Sob Nova Direção, que sobreviveu por quase quatro anos na grade da Globo.

Ou o quadro Leandra Borges, onde ensinava a ser modelo, no Fantástico. Mas tudo aconteceu muito lentamente e após várias participações em diversos programas na Globo. “Nunca fiquei esperando o telefone tocar. Se estava sem trabalho, escrevia uma peça e ia para o teatro ou batia na Globo para um lugar na programação”, orgulha-se.

No entanto, Ingrid sempre se inclinou para os papéis cômicos. Conhecida por tipos engraçados não só na TV, mas no teatro, a atriz jura que não temeu por ter sido chamada justamente para uma personagem cômica em Caras & Bocas. Afinal, poderia ficar “tachada” como mais uma atriz que sempre faz comédia. “O público ama quem faz comédia. Não sou humorista, não faço tipos, atuo em trabalhos de humor. Mas o Jorginho me propôs não tentar fazer graça. Não é uma repetição do que eu faço. É um novo passo”, argumenta.

Prazer no desassossego
Ingrid Guimarães traduz em seus gestos inquietos sua relação voraz com o trabalho. Tanto que assume que não consegue parar de pensar em possibilidades de novas temporadas para seu programa no GNT, o Mulheres Possíveis. Nesta nova temporada, a produção, que falava sobre a falta de encanto na profissão de atriz, agora aborda a falta de glamour na gravidez. Ou seja, reflete com bom-humor o estado da atriz, que já pensa em uma temporada intitulada Homens Possíveis. “Quero muito saber o que eles têm pensado sobre essa mulher contemporânea”, avisa.

Enquanto o novo projeto não sai do papel, Ingrid se concentra para protagonizar seu primeiro longa. Em Sexy Delícia, que começa a ser rodado em meados de novembro, a atriz vai interpretar uma executiva “workaholic” que é demitida de uma multinacional. Inconformada, resolve vender objetos sexuais numa enorme mala, de porta em porta, como uma revendedora de cosméticos. “Ela vende vibradores, óleos para massagens. Isso vira um grande negócio e ela passa a redescobrir o prazer com o marido, que antes ela não dava bola”, adianta, animada, sobre o longa de Roberto Santuti.

Instantâneas
# Ingrid Guimarães chegou a fazer breves participações em novelas, como Kubanacan e Mulheres de Areia.
# Com personagens cômicos, a atriz atuou nos humorísticos Chico Total, Mega Tom, Escolinha do Professor Raimundo, Sai de Baixo e Zorra Total.
# No início de 2010, Ingrid já planeja voltar ao Teatro. A atriz quer escrever e atuar em seu primeiro monólogo, ainda sem nome definido. Outro plano para o mesmo ano é dirigir uma peça com temática adolescente. “Me pedem muito por causa de Confissões de Adolescente“, justifica.
# Ingrid e Heloísa Périssé pretendem retomar a temporada de Cócegas no primeiro semestre de 2010. Em oito anos em cartaz, a peça já foi vista por mais de dois milhões de pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: